.

Vereador fala de reunião sobre pedágios

12 de abr de 2012

O Vereador Progressista César Augusto Madrid usou da tribuna da Câmara de Vereadores para fazer um relato de sua ida a Porto Alegre na quarta-feira (11) onde participou de reunião do Comitê Gaúcho de Controle Social, que tem discutido a renovação das concessões das praças de pedágio. O Vereador acusou o governo do estado de não cumprir o que foi prometido durante a campanha politica, que seria o fim dos atuais modelos de pedágios. Madrid disse que durante a reunião foram surpreendidos pelo anúncio de que no dia 30 de abril seria lançado o edital para as empresas disputarem praças de pedágio. "Isso motivou a convocação dos COREDES hoje (12) e amanhã (13) terá uma nova reunião em Porto Alegre envolvendo o comitê", falou.
Madrid lembrou que durante reunião na Casa Civil do Estado neste ano o grupo chegou a cogitar a hipótese de que o governo gaúcho negociaria secretamente as renovações. "Na época eles ameaçaram abandonar as conversas alegando que isso jamais aconteceria. E agora está acontecendo", comentou.
O comitê tem se reunido desde 2009 para debater os pedágios. Segundo Madrid o governo coloca propostas no papel e depois não cumpre. "Isso nos deixa frustrados e só nos resta lamentar a falta de compromisso do governo gaúcho", encerrou.

No vídeo o vereador falou, em Fevereiro, aos presentes na reunião dentro da Casa Civil do Governo Gaúcho. Já existia suspeita de ações para renovação dos pedágios.
OBRAS
Madrid também agradeceu a Secretaria de Obras por ações desenvolvidas na Rua Valdeci Santos Ávila.

MAGISTÉRIO
César Madrid também tocou no assunto envolvendo o magistério, que foi pauta de várias ações no legislativo nesta semana. Ele disse que, infelizmente, não foi acatada a vontade do Executivo de ajudar alguns professores que recebem menos que o piso da categoria, aproximadamente 32 servidores. "o Executivo quis cumprir o que é certo e dar os direitos e o SIMCA (sindicato dos municipários) quis diferente e venceu a idéia do SIMCA", falou. Sobre a pedida de 6% de aumento para o magistério, Madrid lembrou que não é a única categoria que existe dentro da Prefeitura. "Todos merecem aumento e tem que ser calculado de acordo com o que se pode ser pago", disse.

Veja Também:
Frente Parlamentar e Comitê Gaúcho entregam manifesto contra prorrogação dos pedágios

0 comentários:

 
Câmara Municipal de Canguçu © 2013 | Designed by Interline Cruises, usando a plataforma Blogger.