.

Vereador participa de assinatura de convênio com Hospital

6 de jul de 2011

A Prefeitura Municipal de Canguçu, através da Secretaria de Saúde - com recursos do Fundo Municipal da Saúde - estará repassando, mensalmente, ao Hospital de Caridade de Canguçu o valor de R$ 99.700,000 para diversos serviços como anestesia, plantão médico nas aáreas de ginecológica/obstetrícia, pediatria e pronto socorro. A Assinatura do convênio ocorreu no gabinete do prefeito e tem duração até 31 de dezembro de 2012.
Vereador Madri (no centro) fala sobre falta de qualidade no repasse do SUS.
A Secretária de Saúde, Mariza Eslabão (PP), comentou que foram dois meses estudando o novo convênio que aumentou o repasse que era de R$ 83.000,00. "Todo o trabalho de base desenvolvido pela secretaria não teria o fechamento  de qualidade se não terminasse com o atendimento no hospital", revelou. Ela ainda lembrou que Canguçu é um dos dois municípios em toda a região que mantém atendimento de plantão com pediatras. Atualmente, do orçamento total da Secretaria da saúde, que gira em torno de R$ 10 milhões, mais de R$ 1 milhão é destinado ao hospital.
O Prefeito Cássio Mota (PP) lembrou de como era a convivência com o hospital antigamente, cheia de conflitos, mas que hoje existe um diálogo melhor e que construiu um bom atendimento para a comunidade, sendo exemplo para outros municípios da região. Lembrou também que o Estado e o Município não cumprem com seu papel nos repasses para a área. "Se o município não cumpre 15% de repasse para saúde, fazem uma representação contra. O Estado passa 3,9% e coloca outros órgãos juntos para somar os 12% e o governo federal não repassa e fica por isso mesmo", disse. Cássio ainda fez referência a emenda 29 que beneficiaria a saúde mas é usada apenas como moeda de troca no congresso. "O Presidente da Câmara ameaçou botar em votação e ai para não votar trocaram por liberação de emendas com a Dilma", falou.
O Vereador Madrid (PP) apresentou dados da defasagem do SUS nos últimos anos mostrando a dificuldade de manter o serviço em dia. "O SUS reajustou seus valores em 46,5% e o IGP foi 450%, o gás de cozinha 702%, não tem como comparar", comentou.
Fotos: Augusto Pinz
Em nome do Hospital de Caridade o Dr. Paulo Puresa Nunes disse que com a ajuda da Prefeitura está sendo possível manter as contas em dia depois de alguns percalços. Destacou os trabalhos de melhoria do prédio que hoje oferece boas condições de atendimento.

0 comentários:

 
Câmara Municipal de Canguçu © 2013 | Designed by Interline Cruises, usando a plataforma Blogger.