.

Vereador participa de audiência sobre COP 5

28 de jun de 2012

O Vereador Wendel Vilela (PTB) esteve em Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira (28), na Assembléia Legislativa participando de reunião da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo que tratou da COP 5 (Conferência das Partes) sobre o tabaco que será realizada na Coréia do Sul em Novembro de 2012. A reunião foi um pedido do deputado Marcelo Moraes (PTB).
Na reunião estiveram presentes diversas lideranças do setor que recordaram a COP 4 realizada no Uruguai, onde o setor teve resistência das autoridades lá presentes para apresentar seu ponto de vista. O deputado Marcelo Moraes cobrou uma posição do governo gaúcho através do governador Tarso Genro. "Ele fica em cima do muro. Se for pra defender o Estado ou a presidente Dilma ele defende a companheira" disparou.
Os representantes das entidades presentes lembraram que a produção de tabaco do Rio Grande do Sul é de alta qualidade e que enquanto o Brasil restringe os outros paises aumentam a produção e o consumo. O Presidente da AFUBRA, Benício Wener, lembrou que a preocupação do setor é maior para esta COP 5. Ele apresentou um documento de um encontro que ocorreu em Fevereiro deste ano, em Genebra, onde foram destacados os pontos que serão discutidos na convenção, que são a limitação da área plantada, corte de suporte aos produtores, acabar com preços mínimos de comercialização e desmantelar as organizações que promovem e defendem o tabaco.
Vereador Wendel (foto abaixo) participou do encontro.
Fotos: Augusto Pinz 
Ao final ficou acertado que as organizações vão pedir apoio da Presidência da Assembléia e do Governo do Estado para que o legislativo, ao lado dos legislativos de Santa Catarina e Paraná façam uma mobilização pelo setor. Também serão enviados pedidos de apoio aos Ministros da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho e do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas para que possam evitar que o setor tenha perdas sem a possibilidade de se manifestar na conferência. O representante da Câmara Setorial do Tabaco, Romeu Schneider, argumentou que o grupo defende a questão social e não o consumo de tabaco. "Não nos  ouvem, apenas queremos discutir e apresentar nosso lado. Não é possível que sejam feitas leis em gabinetes por pessoas que não conhecem nossa realidade de pequeno agricultor", argumentou.

0 comentários:

 
Câmara Municipal de Canguçu © 2013 | Designed by Interline Cruises, usando a plataforma Blogger.